Passagens aéreas: economize na compra

Passagens aéreas: economize na compra

Criar um alerta de preços é apenas uma das medidas para garantir um voo mais em conta.

Diante da pandemia provocada pelo coronavírus, ainda não é o momento de embarcar em uma grande viagem. Mas, como programar-se com antecedência é uma das principais formas de garantir o melhor preço, nada como ficar por dentro do tema e se preparar para quando for possível desbravar destinos diversos novamente em segurança. No comércio online, as passagens aéreas sempre estiveram à frente. Então, não precisa sair de casa, é só esperar a hora certa de voltar às aventuras, e seguir algumas dicas que a PROTESTE traz para poupar na compra da passagem. Confira:

  • Invista em uma boa pesquisa. Isso porque os mesmos destinos têm valores diferenciados por companhia. Sites de busca de passagens ajudam nessa tarefa. No entanto, antes de adquirir o bilhete, verifique o valor do voo também no site da companhia aérea – ao comprar diretamente, é provável que a passagem saia ainda mais em conta.
  • Acompanhe a tendência dos preços. Dessa forma, fica mais fácil o consumidor avaliar se a passagem está cara ou não.
  • Crie alertas de preços nos sites de pesquisa de viagens. Além disso, cadastre-se em sites de empresas de turismo e de companhias aéreas para receber promoções. Vale também fazer parte de um programa de milhagem.
  • Tente fugir de férias escolares, de feriados e da alta temporada. Flexibilidade em relação à data da viagem é outra opção que pode ajudar – alguns comparadores, como Skyscanner e Kayak, mostram em quais dias próximos à data inicialmente escolhida é possível viajar por preços mais baixos.
  • Busque horários alternativos. Voos de madrugada, ao anoitecer e bem cedo pela manhã são frequentemente mais baratos em relação aos realizados em horário comercial.
  • Considere voos que possuem conexões, pois eles são mais baratos que os diretos. Tenha ainda em mente que aeroportos alternativos tendem a ser uma boa alternativa quando o assunto é economia.
  • Compre com antecedência. Para voos nacionais, o ideal é adquirir o bilhete cerca de um mês antes do passeio. Já para o exterior, o indicado é que isso aconteça dois meses antes da viagem. A compra em cima da hora, ou muito antes da data prevista, costuma sair bem mais cara. A lógica para essa segunda opção é a de que há muito tempo para ocupar os assentos do avião. Por isso, os descontos são geralmente concedidos quando a data do voo está um pouco mais próxima.
  • Para viagens com duas ou mais pessoas, prefira comprar os bilhetes individualmente. Quando o sistema da empresa identifica que o voo é para dois passageiros, por exemplo, o preço é sempre o mesmo para ambos. Ao pesquisar para cada um deles separadamente, existe a possibilidade de os valores serem diferentes. Entretanto, realize a compra das passagens no mesmo momento para evitar o risco de, mais tarde, não existir mais lugar disponível.

Lembre-se de pesquisar sobre um bom seguro viagem e suas vantagens na hora de conhecer outros terrítórios. E se por alguma razão, ocorrer um imprevisto e precisar adiar os planos de uma viagem programada, conheça seus direitos.

E sobre compras online na edição de setembro,  a REVISTA PROTESTE traz um série de dicas na hora de passear pelas ofertas da rede. E se ainda não é associado, não perca tempo.