10 dicas para comprar celular barato com segurança na internet

10 dicas para comprar celular barato com segurança na internet

O consumidor pode verificar algumas informações antes de realizar uma compra online para diminuir o risco de fraude

Os celulares estão entre os produtos mais procurados pelos consumidores em lojas online. E não é à toa, eles estão cada vez mais funcionais e úteis em nosso dia a dia. Por isso, os smartphones costumam ser a isca usada pelos golpistas para enganar consumidores que buscam economia. Hoje em dia, comprar um celular barato não é algo tão simples e requer algumas recomendações de segurança para evitar fraudes.

Também vale considerar que as compras no ambiente digital aumentaram significativamente em todo o mundo, já que uma das vantagens que mais atraem os consumidores é a oportunidade de economizar. É por isso que muitos golpes surgem a partir de produtos mais baratos do que de fato são. 

reclame

Então, se você planeja comprar um smartphone e quer saber como evitar os golpes e fraudes mais comuns na internet, veja a seguir as 10 dicas da PROTESTE para comprar um celular barato com segurança.

Como comprar pela internet com segurança?

Embora o ambiente digital ofereça muita praticidade para quem deseja fazer compras, como a escolha de um celular barato, é importante saber que ele também possui algumas armadilhas. Por isso, veja a seguir quais são os cuidados essenciais para fazer compras com segurança pela internet. 

Utilize equipamentos de confiança

O primeiro passo para comprar com mais segurança é utilizar equipamentos de confiança. Ou seja, não compre por meio de computadores públicos ou de terceiros e garanta que seu dispositivo tenha um antivírus atualizado.

Usar equipamentos que não são de confiança para fazer compras pode trazer vulnerabilidades e colocar toda a operação em risco. É importante lembrar que o processo de compra online exige dados sensíveis do usuário, como endereço e número do cartão de crédito. Por isso, ele deve certificar-se sobre a segurança do aparelho utilizado. 

Utilize uma rede Wi-Fi de confiança

Assim como na dica anterior, a conexão com a internet também precisa ser segura para evitar golpes virtuais. Nesse caso, se for utilizar a tecnologia Wi-Fi tenha certeza de que ela é confiável e segura. Por isso, ela precisa ser conhecida, privada e ter senha.

Saiba que as redes públicas, sem senha ou com criptografia duvidosa são facilmente acessadas por cibercriminosos. Então se você utiliza uma rede não confiável, pode correr o risco de ter seus dados pessoais e de pagamento clonados por um golpista.

Dica: Como é calculado o preço dos celulares?

Pesquise informações divulgadas pela própria empresa

Outra dica importante para evitar os golpes e fraudes virtuais é pesquisar informações divulgadas pela própria empresa. Antes de fazer a sua compra, certifique-se de que o fornecedor é verdadeiro, que ele possui CNPJ e endereço físico. Essas informações trazem mais credibilidade e confiança ao realizar uma compra online.

Pesquise avaliações sobre a empresa

Também é fundamental consultar as avaliações de outros consumidores sobre a empresa que está vendendo o celular. Você pode fazer essa pesquisa em espaços abertos para reclamação, como o portal Reclame da PROTESTE. Em alguns casos, as lojas online também contam com um sistema próprio de avaliações ou comentários, onde você pode conferir o que os clientes dizem sobre a empresa e o produto.

Consulte a política de privacidade do site

Antes de fazer uma compra online você também deve consultar a política de privacidade do site. Confira quais são os dados solicitados, as regras de seguranças e armazenamento, entre outras informações importantes para garantir que sua privacidade seja respeitada.

Empresas que não possuem uma política de privacidade são potencialmente duvidosas e estão passíveis de penalizações por não estarem em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Verifique se o site possui certificado de segurança

Para saber se um site é seguro ou não, consulte se ele possui o certificado de segurança, que é aquele cadeado ao lado do endereço eletrônico. O certificado é importante para evitar que cibercriminosos possam acessar o banco de dados da empresa. Por isso, só compre de sites que possuem certificado de segurança ativo.

banner

Verifique se a plataforma de pagamento é segura

Outra dica importante é conferir a plataforma de pagamento utilizada para a compra. A maioria dos sites confiáveis utilizam sistemas próprios para pagamento, no qual você encontra diversas opções como cartão de crédito, cartão de débito, transferência bancária, boleto, pix, entre outras opções.

Empresas que utilizam plataformas de pagamento que contam apenas com boleto bancário, pix e transferência bancária podem ser falsas. Em caso de fraude, é mais difícil recuperar o valor pago do que seria com um cartão de crédito, por exemplo. 

Utilize cartão de crédito virtual

Usar o cartão de crédito para comprar é melhor, pois possibilita cancelar uma compra ou pedir estorno em caso de fraude. Mas também é importante ter cuidado para que seu cartão não seja clonado em sites duvidosos. Por isso, o mais recomendado é utilizar o cartão de crédito virtual, que possui uma validade menor e reduz o risco desses golpes.

Confira os canais de atendimento da loja

Algo muito importante que deve ser verificado antes da compra é se a loja oferece canais de atendimento. Empresas que não contam com boas opções de canais de atendimento podem representar um problema na hora de fazer uma reclamação ou devolução do produto. Então, opte por lojas que disponibilizam telefone, e-mail, chat online, WhatsApp e SAC. 

Essas informações geralmente ficam destacadas nas páginas do site. Vale a pena conferir esses dados antes de concluir uma compra. 

Dica: Renegociar dívida: saiba os seus direitos

Desconfie de ofertas muito baixas

Por último, precisamos lembrar que muitas pessoas caem em golpes virtuais porque são atraídas por preços muito baixos. Portanto, se você está em busca de um celular barato, tenha cuidado com ofertas muito baixas. O ideal é fazer uma pesquisa de preços e comparar com diferentes lojas. Se a oferta é muito boa, desconfie.

O que fazer em caso de golpe?

Mesmo com todas as recomendações, estamos passíveis de sermos vítimas de golpes e fraudes virtuais. Caso você seja alvo de um crime virtual durante a compra do celular barato ou outra situação, saiba que é possível recorrer a órgãos e instituições que atuam a favor do direito do consumidor. Veja a seguir os principais órgãos que podem ajudar a resolver esse problema.

PROCON

O PROCON é uma das principais instituições de proteção e defesa do consumidor do país. Ele oferece apoio jurídico em casos quando o consumidor é lesado ou vítima de golpe. Caso tenha sido vítima de um crime virtual, você pode registrar a reclamação diretamente no site do PROCON. Se preferir, também é possível registrar o caso presencialmente em uma das unidades do órgão.

Confira a lista de sites não recomendados para compras desenvolvido pelo órgão. Eles receberam reclamações, foram notificados e não responderam ou não foram encontrados.

Guia direitos do consumidor

Delegacias especializadas em crimes virtuais

Devido ao aumento dos crimes virtuais, surgiram as delegacias especializadas nesse tipo de crime, podendo ser encontradas em diversos lugares do país. Elas recebem a ocorrência do consumidor e fornecem todas as orientações sobre como proceder da melhor forma.

Reclame

Você também pode contar com a PROTESTE em casos de problema nas relações de consumo. Nós disponibilizamos a plataforma Reclame para envio de reclamações contra fornecedores de produto e serviços. A mensagem é encaminhada para a empresa e a resposta chega na própria plataforma. Os associados PROTESTE contam com o auxílio de especialistas em defesa do consumidor. Acesse o site ou ligue para: 4020-7747.

Devolução de compras pela internet

Ainda sobre compras online, um tipo de golpe muito comum é quando o consumidor compra um produto, pensando ser original, e recebe uma mercadoria falsificada em casa. Além disso, pode ocorrer também do produto vir errado. Em ambos os casos, é preciso realizar a devolução da compra para trocar o item solicitado ou reaver o dinheiro que foi gasto.

Nesse caso, saiba que a devolução de mercadorias em compras online ocorre de forma diferente do que seria em compras físicas. Geralmente, a empresa disponibiliza as informações de devolução para que o consumidor saiba como proceder.

O consumidor ainda possui sete dias após a entrega do produto para realizar a devolução ao fornecedor, caso tenha se arrependido da sua compra. Durante esse período, ele deve contatar a empresa para devolver a mercadoria.

Em todo caso, é sempre válido consultar como funciona a devolução de mercadorias na loja em questão, pois existem algumas regras diferentes em cada uma delas. 

Dica: 5 dicas para poupar e investir dinheiro

Informe-se com a PROTESTE

Agora que você já sabe como comprar um celular barato com mais segurança na internet, convidamos você a conhecer a PROTESTE. A maior associação de consumidores da América Latina atualiza seus leitores sobre as novidades do direito do consumidor, tecnologia e saúde por meio dos blogs SeuDireito, ConectaJá e MinhaSaúde, respectivamente.

Também realizamos teste comparativos com os principais produtos do mercado, como eletrônicos e itens alimentícios. As avaliações são realizadas por especialistas PROTESTE em laboratórios credenciados por órgãos regulamentadores. As informações divulgadas ajudam os consumidores na escolha dos melhores produtos do mercado, de acordo com o custo-benefício.

Conheça a plataforma Reclame e envie sua reclamação contra um fornecedor de produto ou serviço. Nós enviamos sua mensagem para a empresa e a resposta para o seu problema chega na própria plataforma. Nossos associados possuem o auxílio de especialistas em defesa do consumidor. Acesse o site ou ligue para 4020-7747.